Processamento Digital de Imagens para definição de áreas hidrotermalizadas: Complementação do Mapa Geológico, com enfoque para anomalias hidrotermais

Anais do XXII Congresso Brasileiro de Cartografia, Macaé, 2005. – Ano 2005

Autores desta publicação

  • Campello, M. S.
  • Freitas, C. R. – Christian Rezende Freitas - Aluno de Doutorado e pesquisador
  • Moura, A. C. M. – Prof. Ana Clara Mourão Moura - COORDENADORA
  • Palavras-chave: Geologia, Aerogeofísico, Sensoriamento Remoto, Mapeamento Geológico, Hidrotermalismo.

Baixar uma cópia desta publicação

Documento no formato PDF
Formato do arquivo: Documento Adobe PDF
Tamanho do download: 2,304 MB

Resumo da publicação

Os mapeamentos geológicos do estado de Minas Gerais apresentam significativas diferenças de detalhamento lito-estrutural. Áreas de maior interesse onde ocorrem de forma sistemática as jazidas de maior relevância já foram objeto de detalhamentos em projetos subsidiados por órgãos governamentais, entre eles: Projeto Espinhaço, Projeto Leste, Projeto Sul de Minas, detalhamento do Quadrilátero Ferrífero entre outros. No entanto, uma grande parte do Estado ainda não foi contemplada com projetos de mapeamentos geológicos de base, fator que vem contribuindo de forma negativa para o desenvolvimento de certas regiões.

O Levantamento Aerogeofísico realizado pela CODEMIG/LASA para sete áreas no Estado de Minas Gerais consiste em um importante conjunto de dados que são potenciais para a confecção de produtos cartográficos de cunho geológico, ainda pouco conhecidos e explorados. Dessa forma, foi selecionada uma área com base na disponibilidade de imagens Landsat e em função da cobertura do levantamento aerogeofísico, posicionada no município do Alto Rio Doce, no sudeste de Minas Gerais, aproximadamente a 220Km da Cidade de Belo Horizonte.

A Geologia da região envolve gnaisses do Complexo Barbacena e seqüências do Supergrupo Minas. Durante etapas de campo, foram verificadas presença de afloramentos de pegmatitos, conformando a existência de instrusões pegmatíticas entre eles duas lavras abandonadas ainda na década de 1950. Com base nos dados aerogeofísicos da CODEMIG, especificamente a gamaespectometria do percentual em potássio, PPM do urânio e do tório, foram implementadas equações para o fator “F” conforme Biondi (2001), que consiste na equação definida pelo produto do Urânio pelo Potássio, dividido pelo Tório. O resultado é um mapa de 8 bites que destaca as anomalias hidrotermais, que podem corresponder também aos corpos pegmatíticos, além da definição de outros corpos hidrotermalizados. Os resultados obtidos confirmam 60% dos pontos levantados em campo, indicando ainda outras regiões potencialmente mineralizadas.

Como produto final tem-se a complementação do Mapa Geológico da CODEMIG para a região com enfoque para as ocorrências das anomalias hidrotermais e dos corpos pegmatíticos associados. Deve-se destacar que este tipo de informação ainda não se encontrava disponível. Este mapeamento traz importantes contribuições sobre a geologia da região, beneficiando futuras pesquisas minerais podendo ainda resultar em um melhor aproveitamento dos bens minerais disponíveis, assim como abre espaço para que a técnica seja amplamente utilizada em situações semelhantes.

Abstract (english text)

The geologic map of Minas Gerais state present significant differences on the lito-structural detailing. Areas of greater interest, with systematic occurrence of major mines, already had been object of detailing in projects subsidized by governmental institutes, between them: Projeto Espinhaço, Projeto Leste, Projeto Sul de Minas, and the detailing of the Quadrilátero Ferrífero. However, a great part of the State does not have detailed geologic maps, this factor contributes in a negative way for the development of specific regions. The airborne geophysical survey carried through for the CODEMIG/LASA for seven areas in the State of Minas Gerais consists in a important tool for the confection of products of cartographic and geologic interest, still little known and used. A small area was selected, on the basis of the availability of Landsat images and in function of the covering of the airborne geophysical survey. The selected area is located in the administrative area of the Alto Rio Doce, in the Southeast of Minas Gerais, approximately
220Km of the City of Belo Horizonte. The geology of the region involves gnaisses of the Barbacena Complex and sequences of Supergrupo Minas. Based on field data, presence of outcrops of pegmatites, had been verified conforming the existence does bodies. Two abandoned quarries by the decade of 1950, were also identified. On the basis of the
airborne geophysical survey data of the CODEMIG, specifically of the percentage in potassium and thegamaspectometry (PPM) of uranion and thorion, had been implemented equations for in agreement with factor “F”, as proposed by Biondi (2001). Results confirm 60% of the points raised in field, indicating other mineralized regions. As ending product the updating of the Geologic Map of the region with approach for the occurrences of hidrotermal anomalies and pegmatites bodies associates. This mapping still brings important contributions on geology of the region, benefiting future mineral research, being able to result on better exploitation of the available mineral goods in this region.

Autores do laboratório

  • Prof. Ana Clara Mourão Moura
    Prof. Ana Clara Mourão Moura
    COORDENADORA
  • Christian Rezende Freitas
    Christian Rezende Freitas
    Aluno de Doutorado e pesquisador