Utilização de SIG na complementação do mapa geológico da região do centro produtor de Candeias-Oliveira com base no levantamento aerogeofísico da CODEMIG: ênfase para a definição de alvos com valor or

Anais do XXII Congresso Brasileiro de Cartografia, Macaé, 2005. – Ano 2005

Autores desta publicação

  • Campello, M. S.
  • Freitas, C. R. – Christian Rezende Freitas - Aluno de Doutorado e pesquisador
  • Moura, A. C. M. – Prof. Ana Clara Mourão Moura - COORDENADORA
  • Costa, A. G.
  • Palavras-chave: Rochas Ornamentais, Levantamento Aerogeofísico, Afloramentos, Mapa Geológico

Baixar uma cópia desta publicação

Documento no formato PDF
Formato do arquivo: Documento Adobe PDF
Tamanho do download: 1.338,52 KB

Resumo da publicação

A região denominada Centro Produtor de Candeias-Oliveira (CPCO) consiste em um importante centro produtor de rochas ornamentais seja pela quantidade de blocos extraídos, seja pelo número de pedreiras em atividade. No CPCO, são explotadas as variedades comercialmente conhecidas como Verde Candeias, Violeta Candeias, Granito Knawa, Branco Nepal entre muitas outras. A geologia da região envolve gnaisses de composição graníticas do Complexo Metamórfico Campo Belo (Teixeira et. al. 1994), rochas supracrustais do Supergrupo Minas sendo estas unidades recortadas por um enxame de diques metabásicos, os quais são representados apenas de forma parcial nos Mapas Geológicos Desponíveis. Em um primeiro momento, foram realizadas combinações de bandas de imagens Landasat 7, com a finalidade da detecção dos afloramentos rochosos, seguida de etapas de checagem de campo. Posteriormente, com base nas técnicas de processamento digital de imagens (PDI), foram procedidas a segmentação e a classificação supervisionada da imagem visando a separação das áreas de afloramentos das demais classes. O emprego destas técnicas mostraram-se pouco confiáveis devido a confusão ocorrida entre as classes temáticas: solo exposto e os afloramentos. Com a finalidade de melhorar o resultado da classificação, foram utilizados os dados aerogeofísicos da CODEMIG/LASA Engenharia especificamente a gamaespectometria para o percentual em Potássio, devido a sua resposta satisfatória para os gnáisses de composição granítica (rochas com mais de 20% de Feldspatos Potássicos). A confecção de uma imagem binária com apenas os valores correspondentes às maiores concentrações de potássio foi utilizada, com resultado bastante satisfatório, para a filtragem da classificação dos afloramentos rochosos utilizando-se álgebra de mapas implementadas em LEGAL do programa SPRING 4.1. O Sinal Analítico do Campo Magnético Total SIGN, consiste em outra importante fonte de dados, passível de conversão como importante ferramenta geológica, permitindo a localização exata dos vários diques metabásicos existentes na região em contraponto aos mapeamentos geológicos anteriores. Estas rochas, dependendo de suas condições de alteração e de fraturamento, podem ser revertidas em rochas ornamentais sendo comercialmente denominadas de “granitos” negros. O resultado do somatório das técnicas empregadas (geoprocessamento, levantamento aerogeofisico, PDI e cartografia digital) foram convertidos para a confecção da complementação do Mapa Geológico da Região do CPCO com ênfase na previsão para futuras aberturas de lavras de rochas ornamentais. São ressaltadas, as regiões dos afloramentos rochosos dos gnaisses, suas respectivas continuidades subsuperficiais além dos vários lineamentos condicionados pelos diques metabásicos.

Abstract (english text)

The called region Producing Center of Candeias-Oliveira (CPCO) consists in an important producing center of ornamental rocks either for the amount of extracted blocks, either for the number of quarries in activity. In the CPCO, the varieties commercially known are explotadas as Green Candeias, Violet Candeias, Knawa Granite, Nepal White between many others. The geology of the region involves gnais of granitic composition of the Campo Belo Metamorfic Complex (Teixeira et. al. 1994), upercrusts rocks of the Supergrupo Minas. A swarm of metabasics dikes cuts these last units been only partial represented, in the Geologic Maps available. At a first moment, combinations of Landasat 7 image bands had been carried through, with the purpose of the detention of the rocky outcrops, followed of stages of field cheking. Later, on the basis of the techniques of digital images processing (DIP), had been proceeded doe to the segmentation and the supervised classification from the image aiming at the separation of the areas of outcrops of the too much classrooms. The job of these techniques had little revealed trustworthy due the occured confusion between the thematic classes: ground displayed and the outcrops. With the purpose to improve the result of the classification, the airborne geophysical survey data of the CODEMIG/LASA had been used specifically the gamaespectometria for the percentage in Potassium, which had its satisfactory reply for gnais with granitic composition (rocks with more than 20% of Potassics Feldspars). The confection of a binary image with only the corresponding values to the highest potassiumconcentrations was used, with sufficiently satisfactory results, for the filtering of the classification of the rocky outcrops using algebra of maps implemented in LEGAL of program SPRING 4.1. The Analytical Signal of Magnetic Field Total SIGN, consists of another important source of data, as geologic tool, allowing the accurate localization of the some existing metabasic dikes in the region in counterpoint to previous the geologic mappings. These rocks, depending on its conditions of alteration, coposition and fractures, can be reverted in the so called "black granites". The result of the employed techniques (geoprocessing, airborne survey, DI Pand digital cartography) had been reverted for the confection of the brought up to date Geologic Map of the Region of the CPCO with emphasis in the forecast for future openings of quarries of ornamental rocks. They represented also, the regions of the rocky outcrops of gnaises and its respective geometries of its subsurface continuities, and for the metabasics dikes.

Autores do laboratório

  • Prof. Ana Clara Mourão Moura
    Prof. Ana Clara Mourão Moura
    COORDENADORA
  • Christian Rezende Freitas
    Christian Rezende Freitas
    Aluno de Doutorado e pesquisador