Ampliando do Data-Driven e Knowledge-Driven para Propor o Visual-Driven na Análise de Multicritérios: Estudo de Caso de Modelagem em Grasshopper+Rhino3D

Revista Brasileira de Cartografia – Ano 2017

Autores desta publicação

  • Motta, Silvio – Prof. Silvio Romero Fonseca Motta - Professor, Pesquisador Projeto MPOT
  • MOURA, Ana Clara M. – Prof. Ana Clara Mourão Moura - COORDENADORA
  • Ribeiro, Suellen R. – Suellen Roquete Ribeiro - Pesquisadora Convidada
  • Palavras-chave: Visual-Driven Evaluation; Modelagem Paramétrica; Análise de Multicritérios; Visualização; Grasshopper

Baixar uma cópia desta publicação

Documento no formato PDF
Formato do arquivo: Documento Adobe PDF
Tamanho do download: 2,543 MB

Resumo da publicação

Acesso:
http://www.seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43978

Citações:
Motta, Sílvio R., Moura, Ana Clara M., Ribeiro, Suellen R. Ampliando do Data-Driven e Knowledge-Driven para Propor o Visual-Driven na Análise de Multicritérios: Estudo de Caso de Modelagem em Grasshopper+Rhino3D. Revista Brasileira de Cartografia (2017), No 69/8, Edição Especial “Geovisualização, mídias sociais e participação cidadã: apoio à representação, análise e gestão da paisagem”: 1521-1535.
Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto
ISSN: 1808-0936

Abstract (english text)

O artigo apresenta discussões conceituais sobre análise de multicritérios, um modelo clássico usado em análises espaciais, mas que exige cuidados em sua estruturação e aplicação, entre eles a forma de decisão de variáveis e seus pesos, a forma de verificação das incertezas presentes e a sua adaptação aos motivos de investigação, que incluem atender aos objetivos dos usuários. Nesse sentido, propõe e discute o papel da visualização, que pode atuar como visual-driven evaluation na calibração do modelo e resulta em condição de utilização do PPGIS (Planning Participatory GIS) como processo de envolvimento do pensamento dos cidadãos. Para que o processo ocorra de maneira eficaz defende-se a recuperação de conhecimentos propostos pela Semiologia Gráfica para tratamento gráfico da informação, alertando para o fato que a produção digital da informação está deixando de cuidar desta importante etapa no processo de comunicação cartográfica. Como metodologia propõe um algoritmo baseado em modelagem paramétrica com a utilização do Grasshopper e Rhino 3D, que fornece ao usuário a visualização de mecanismo de escolha e definição de pesos de variáveis, seguido de escolha de tratamento gráfico da informação, obtendo como resultado uma cartografa dinâmica que responde às diferentes simulações solicitadas. O resultado é a possibilidade que o usuário, guiado por visual-driven evaluation, entenda o impacto de hierarquização de variáveis e aprenda com o processo, o que o capacita ou empodera para a participação em escolhas de políticas públicas e planejamento de seu território.

Autores do laboratório

  • Prof. Ana Clara Mourão Moura
    Prof. Ana Clara Mourão Moura
    COORDENADORA
  • Suellen Roquete Ribeiro
    Suellen Roquete Ribeiro
    Pesquisadora Convidada
  • Prof. Silvio Romero Fonseca Motta
    Prof. Silvio Romero Fonseca Motta
    Professor, Pesquisador Projeto MPOT